banner topo

Em 2020, morreram mais homens e população de 80 a 84 anos, revela dados do IBGE

O aumento dessa quantidade de óbitos está relacionada à pandemia de Covid-19 que se propagou pelo mundo durante o ano de 2020, segundo o IBGE

Por (Redação) em 18/11/2021 às 22:33:04

O Piauí registrou em 2020 o maior número de óbitos e o menor número de nascimentos dos últimos 10 anos. Os dados são das Estatísticas do Registro Civil 2020, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta quinta-feira (18/11).

ÓBITOS

De acordo com o levantamento, o Piauí registrou em 2020 mais de 20 mil óbitos. O número representa um aumento de 12,5% na quantidade de óbitos com relação ao ano de 2019. A média anual de óbitos de 2010 a 2020 no Piauí foi de 4,2% ao ano.

O aumento dessa quantidade de óbitos está relacionada à pandemia de Covid-19 que se propagou pelo mundo durante o ano de 2020, segundo o IBGE.

No Piauí, cerca de 58,4% dos falecidos eram do sexo masculino e 41,6% do sexo feminino. A maior parcela de óbitos ocorreu entre pessoas com idade de 80 a 84 anos. O maior pico de mortes ocorreu no mês de julho.

NASCIMENTOS

O número de nascimentos registrados no Piauí em 2020 foi de pouco mais de 43 mil. O dado é 7,3% inferior ao registrado em 2019, quando 46 mil nascimentos foram computados.

Apesar da redução no número de nascimentos, o IBGE apontou que a média de nascidos no Piauí foi positiva até 2019, quando o estado estava com 0,52% a mais de nascimentos por ano.

Em 2020, no entanto, a estatística se tornou negativa e houve uma redução de -0,26% na quantidade de nascimentos no Piauí.

Os números seguem a situação nacional. O levantamento registrou também uma diminuição na quantidade de nascimentos no Brasil. A queda foi de 4,7% em 2020.


Nataniel Lima (Com informações do IBGE)

Fonte: cidadeverde

Comunicar erro

Comentários