banner topo

Sesapi orienta sobre preven√ß√£o à covid nas confraterniza√ß√Ķes de final de ano

A imunização completa é fundamental, uma vez que comprovada por meios de estudos científicos

Por (Redação) em 02/12/2021 às 07:09:19

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), por meio da Diretoria de Vigil√Ęncia Sanit√°ria do Estado (DIVISA), emitiu uma nota de alerta sobre eventos familiares realizados no final de ano que possam gerar aglomera√ß√£o, como confraterniza√ß√Ķes, por exemplo. Para a Sesapi é importante que a popula√ß√£o em geral cumpra as medidas higienicossanit√°rias durante os encontros.

A DIVISA refor√ßa as orienta√ß√Ķes para organiza√ß√£o e participa√ß√£o nas festividades de natal e ano novo, contempladas na Recomenda√ß√£o Técnica N¬ļ 024, bem como, ressalta outras medidas que s√£o indispens√°veis para a realiza√ß√£o de uma ceia mais segura.

A Sesapi destaca inicialmente, a obrigatoriedade do uso de m√°scaras durante toda a perman√™ncia nas confraterniza√ß√Ķes. "É uma medida que ao longo de todo esse período de pandemia tem sido intensificada pelos gestores e órg√£os de saúde, pois é uma maneira eficaz e segura para evitarmos a propaga√ß√£o da doen√ßa", afirmou a diretora da DIVISA, Tatiana Chaves.

A prefer√™ncia para a realiza√ß√£o em locais abertos e o fornecimento de insumos, como por exemplo, pia com √°gua e sab√£o, papel toalha, lixeiras com tampas e/ou √°lcool a 70% para a constante higieniza√ß√£o das m√£os, também s√£o de suma import√Ęncia nesses momentos.

Outra recomenda√ß√£o pertinente a realiza√ß√£o das ceias, refere-se a utiliza√ß√£o de utensílios para a manipula√ß√£o de alimentos como – copos, talheres, pratos, que devem ser individuais, e se possível, fazer uso de luvas de vinil ou pl√°sticas descart√°veis ao se servir.

As normas vigentes preconizam que o distanciamento seguro entre as pessoas é de 1,5m, com isso, objetos como mesas e cadeiras, devem estar posicionadas de modo que esse distanciamento seja garantido. "Esse distanciamento também é indicado, por exemplo, ao se formar uma fila com as pessoas que v√£o se servir. S√£o coisas simples, mas que tem uma efic√°cia para minimizar a transmiss√£o da doen√ßa", explicou a diretora.

Pessoas com sintomas gripais ou característicos da COVID-19 s√£o orientadas a n√£o participar das festividades. Além disso, é necess√°rio que todos os participantes dos encontros estejam com o calend√°rio de vacina√ß√£o atualizado com pelo menos duas doses da vacina ou a testagem negativa para a COVID-19.

A imuniza√ß√£o completa é fundamental, uma vez que comprovada por meios de estudos científicos, existe uma redu√ß√£o da efic√°cia das vacinas após 5 meses de aplica√ß√£o da segunda dose e a as altera√ß√Ķes imunológicas observadas no envelhecimento entre os idosos, requer cuidados adicionais, necessitando de uma dose de refor√ßo. Além disso, existe ainda uma preocupa√ß√£o com crian√ßas menores de 12 anos, que ainda n√£o est√£o contempladas no calend√°rio de vacina√ß√£o contra a COVID-19.

Durante o preparo dos alimentos é necess√°rio que se mantenha a higiene do local, utensílios e as m√£os também devem estar sempre limpas. Se a família optar por encomendar sua ceia, é de extrema import√Ęncia verificar as condi√ß√Ķes do local, bem como seu licenciamento sanit√°rio.
Todas essas medidas citadas, visam proteger a saúde da popula√ß√£o, pois com o aparecimento da nova variante Ômicron, os cuidados preventivos s√£o essenciais para minimizar o avan√ßo do vírus.

Para outras informa√ß√Ķes complementares ou dúvidas sobre o assunto, a Vigil√Ęncia Sanit√°ria do Estado estar√° disponível por meio do contato telefônico (86) 3216 3662 ou pelo e-mail [email protected]

Fonte: cidadeverde

Comunicar erro

Coment√°rios