banner topo

PREFEITURA DE VALENÇA DO PIAUÍ LOTADA DE FUNCIONARIOS SEM CONCURSO

CONCURSO PÚBLICO vai ficando em mais uma promessa de campanha não cumprida

Por Plantão de Noticias em 12/01/2022 às 14:10:37

O prefeito municipal de Valença do Piauí, o senhor Marcelo Costa e Silva, quando ainda era candidato prometia uma prefeitura enxuta, com poucos funcionários, aproveitando os efetivos e prometendo fazer concurso para dar oportunidade às pessoas com mais capacidade, e cumprir a lei e a Constituição Federal, e aumentar a contribuição para a previdência privada do nosso município que estar quebrando.

Passado o período eleitoral, o prefeito Marcelo Costa e Silva, esqueceu de tudo que tinha prometido, superlotou a prefeitura municipal de aliados políticos sem capacidade, sem qualificação, faltando salas e cadeiras para sentarem, ficavam nos corredores dos prédios públicos do município sem nada para fazer, foi um ano de gasto de dinheiro, endividando a prefeitura, tanto a verdade, que em novembro teve que exonerar vários come e dorme que sugavam do município.

Mesmo com a pandemia e quase sem aulas, na educação o prefeito fez a mesmo cabide de emprego colocou vários professores serviço prestado, (veja a lista abaixo) pagando 1.100,00 (um mil e cem reais) onde a lei determina que o piso salarial de um profissional do magistério é obrigatório 2.886, 24 (dois mil oitocentos e oitenta e seis reais e vinte e quatro centavos), veja o crime cometido por esta fatídica administração do senhor Marcelo Costa.

Outro agravante é a contribuição dos prestadores de serviço estarem sendo destinada ao INSS, Governo Federal, deixando a previdência privada do município de Valença do Piauí falida. Uma coisa são as promessas de campanha com planos de governo para enganar o eleitor, sentado na cadeira esquece de tudo, pensa apenas em si e uma meia dúzia de babão que rodeiam o prefeito, aplaudindo as coisas feitas pelo administrador.

A prefeitura municipal de Valença do Piauí, até o mês de novembro estava superlotada em todas as áreas, na educação, na saúde, no esporte, na assistência social, cultura, agricultura e todas as secretarias do município, muito funcionários prestadores de serviços, apenas para colocação de apadrinhados políticos que estiveram puxando o saco na campanha eleitoral, enquanto o prometido CONCURSO PÚBLICO vai ficando em mais uma promessa de campanha não cumprida.


















Fonte: Redação/portaldatransparencia

Comunicar erro

Comentários