banner topo

"Vamos abrir a caixa preta da Petrobras", diz deputado sobre CPI para investigar estatal

Sanderson questionou os sucessivos reajustes no preços dos combustíveis e defendeu formação do colegiado para investigação pelo poder Legislativo:

Por Plantão de Noticias em 20/06/2022 às 10:23:48

O deputado federal Sanderson (PL-RS) defende que a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) envolvendo a Petrobras é "legal e constitucional". Para ele, é preciso "abrir a caixa preta" da estatal para entender os sucessivos reajustes do preço dos combustíveis. "Ninguém mais aguenta. Os sequenciais reajustes da Petrobras ultrapassaram todos os limites e alguma coisa tem que ser feita. Temos uma diretoria demissionária que está tomando decisões com algum viés que precisa ser investigado, qual a razão dos sequenciais reajustes", iniciou o parlamentar, durante entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan News. "Por isso tenho dito: vamos abrir a caixa preta da Petrobras, como fizemos em 2019, que conseguimos abrir a caixa preta do BNDES. Vamos abrir a caixa preta e verificar se no ano o dólar caiu 7,77% frente ao real, o porquê do diesel subir 22%", completou.

Questionado se a CPI seria o ambiente adequado para a discussão, Sanderson defendeu a formação do colegiado, afirmando ser o "único instrumento do poder Legislativo para entrar no processo coorporativo". "Quebrando sigilos, ouvindo testemunhas, solicitando informações, ou melhor, requisitando dados que até agora não temos. [?] Se estamos sob o famigerado regime de cotação internacional, se há uma correlação, não há razão para esses reajustes abusivos por parte da Petrobras", afirmou. A expectativa é que o presidente da Câmara, Arthur Lira, se reúna com lideranças nesta segunda-feira, 20. Para aprovação da CPI são necessários 171 votos na Casa e, em caso de colegiado misto, mais 27 votos de apoiadores do Senado Federal. "Mas de nada adianta fazer um esforço na Câmara, Senado, se a Petrobras não compreende que estamos em uma crise e precisa haver uma sensibilidade maior por parte da empresa", disse Sanderson.

Fonte: jovempan

Comunicar erro
base grande 1

Comentários

banner 2