banner topo

Procon vai interditar postos de combustíveis reincidentes em práticas abusivas

"É um último recurso que vai ser adotado pela coordenação do Procon para os postos que forem reincidentes nessas práticas abusivas", explicou o chefe de fiscalização

Por Plantão de Noticias em 20/06/2022 às 10:39:19

O Procon vai interditar os postos de combustíveis reincidentes em práticas abusivas que forem flagrados durante as próximas fiscalizações no Piauí. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (20) pelo chefe de fiscalização do órgão, Arimateia Area Leão, que explica que vários estabelecimentos já foram flagrados mais de uma vez cometendo a mesma irregularidade.

"É um último recurso que vai ser adotado pela coordenação do Procon para os postos que forem reincidentes nessas práticas abusivas", explicou o chefe de fiscalização.

Nos últimos dias, as equipes do Procon voltaram a flagrar aumentos abusivos no preço dos combustíveis comercializados em postos da capital. Segundo Arimateia Area Leão, alguns estabelecimentos reajustaram o valor nas bombas ainda na sexta-feira, data em que a Petrobras anunciou o reajuste de 14,2% no diesel e 5,2% na gasolina.

O chefe de fiscalização do Procon explica que são pelo menos cinco dias para que o reajuste nas refinarias chegue até o consumidor final.

"Muitos postos aumentaram ainda na sexta-feira, outros aumentaram no sábado e no domingo. Segundo informações da ANP, para sair da refinaria e chegar na distribuidora, o prazo mínimo é cinco dias. Então, é uma prática abusiva de exercer vantagem sobre o consumidor. Aumento de preço sem justificativa", destacou.

Nesta segunda-feira (20), as equipes do Procon fiscalizam os postos de combustíveis de Teresina, para apurar as denúncias de aumentos abusivos nos preços. Nos próximos dias, o trabalho de fiscalização também deve ser ampliado para cidades do interior do Estado.

Fonte: cidadeverde/Natanael Souza

Comunicar erro
base grande 1

Comentários

banner 2